h1

Uma historia ai 5p.

outubro 12, 2011

Maicon abriu a porta e chamou o cao, que veio e foi ate a banheira. Maicon pegou o cao no colo e colocou na banheira, ligou a agua e molhou  cao… um perfeito desastre. O cao comecou a chacoalhar a cabeca e a espirrar espalhando agua para todos os lados. Maria estava muito entretida na secagem do poodle com todo aquele barulho do secador nem reparou o apuro que o grande homem estava passando com o pequeno cachorro. Maicon desligou a agua e pegou o sabao em pedra que era quase do tamanho do chiuaua, e comecou a passar pelo cao que comecou a tremer e a chorar baixinho. Maicon passava o sabao com gosto no pobre cachorro que chorava com lagrimas e tudo. Logo depois passou a esfregar o pequenino com a escova, igualmente ao sabao, do tamanho do cao. E comecou a conversar com o cachorro: Entao pequeno, ta fedido ne?? Vou te deixar bem limpinho!
Maicon aprendeu direitinho como esfregao o caozinho, estava fazendo da mesma maneira que vira Maria fazer. Quando Maicon foi enxaguar o cao o bicho deu um grito e foi ai que ele percebeu que a agua estava saindo vermelha do cachorro e gritou tambem!
Maria pode ouvir os berros e se assustou, desligou o secador e foi ver o que acontecia! Ao se deparar com todo aquele cenario comecou a rir!
Maicon abracando o cachorrinho, ambos, molhados ate a cueca, tremendo de assustados. Maria pos ordem na casa. Orientou passo a passo o processo do banho e voltou a cuidar do poodle, mas dessa vez sempre olhando para o novato.
Maicon refez o primeiro banho, agora, com o algodao protegendo os ouvidos do pequeno cao,  usando o sabao do tamanho correto, passou a adorar o contato com o animal que ate parou de tremer!
Maicon ficou, dessa vez, em silencio banhando o cao. Preocupado com o toque, com a higiene, com a leveza da agua morna escorrendo pelo pelo do bichinho. O silencio voltou a reinar na pequena casa onde funcionava o Lava cao e gato!
Quando Maicon percebeu ja estava lavando o Vira-latas gigante e peludo, fazia, claro, ainda muitas navalhadas, porem, dessa vez sentia mais seguro, ao menos aprendeu a lavar o cao! Maria havia terminado o poodle e estava observando o rapaz entretido com o vira-latas. Claro, as navalhadas, Maicon deixou o chiuaua ensopado em cima da bancada!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: